Esqueça The Walking Dead!

Vamos nos lembrar de como são os corpos mortos reais

É difícil lembrar como são os corpos humanos reais. Das revistas de moda aos comerciais de sanduíche, somos diariamente bombardeados por figuras magras, tonificadas, impecáveis.

Ei, as Três Graças de Ruben, XISPEM, senhoras. Ninguém quer ver um corpo feminino natural, qual é! #sqn

O mesmo poderia ser dito sobre o corpo humano morto. As indústrias médicas e funerárias modernas essencialmente removeram o cadáver da vida cotidiana. Portanto, se você quiser ver um cadáver de verdade, sua única opção serão imagens filtradas pela cultura popular.

As imagens da morte na cultura pop estão nas extremidades do espectro: ou os mortos-vivos (isto é, OBVIAMENTE atores vivos em programas de TV) ou os tipos de mortos-vivos de terror grotesco.

É por isso que foi maravilhoso encontrar esses retratos de humanos mortos reais, clicados no necrotério de Rhode Island, principalmente na década de 1970, pelo fotógrafo Jeffrey Silverthorne. Eles podem não ser a coisa mais divertida do mundo de se olhar e, tipo, talvez seja melhor não mostra-las no almoço da família de domingo? MAS – se você vive em um mundo onde a morte está escondida, é uma boa ideia checar alguns cadáveres reais de vez em quando para recalibrar seu lugar no mundo.

Amantes 1973
Menino atropelado 1972-1974
Jovem 1972-1974
Vítima de espancamento 1972
Torso assassinado 1972-1974
Morte em casa 1973

Adaptação de conteúdo publicado no blog The Order of the Good Death. Leia o original, em inglês, aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: